quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

As 7 cabeças da avó

No princípio eram elas 4,
3 pensavam como rapazes e
1 como rapariga.
A avó as levava para todos os lados,
satisfazia todoas as suas ideias,e reunia-se
com elas,normalmente, a hora de almoço.
Cresceram as 4 muito unidas,ate pareciam uma só.
Quando marcavam de dormir na casa da avó,
era uma alegria!
Não se esqueçam,quanto mais cabeças,mais ideias.
A avó amava as 4 cabeças com muito igualdade e pureza,
mas apenas a que pensava como rapariga,era chamada de princesa.
Foram então que começaram a surgir mais cabeças a avó!
Saiu a primeira,a segunda e saiu a terceira.
Desta vez,todas pensavam como raparigas e as cabeças-rapazes,
passaram a ser minoria(não que isso significasse alguma coisa).
Por mero azar do destino,2 haviam que a deixar,
e para a América do Norte foram morar.
Que saudades tinha a avó daquelas 2 cabeçinhas,
por isso,ia visita-las antes que visitassem as vizinhas.
A vida continuava. A avó já so tinha 5 cabeças para cuidar.
Foi então que o destino voltou,e mais 2 cabeças da avó,ele levou.
Mais uma vez, as saudades apertavam. Ia visita-las,mas logo voltava,
porque ainda lhe restavam 3 cabeças,que lhe davam alegria,
e ja eram as suas unicas companhias(tirando o avô que sempre esteve presente).
E o vento passou,e mais uma vez, o raio do destino voltou,e as 3 cabeças
para a Europa levou.
A avó ficara,assim,sem as 7 cabeças.
O coração chorava alto,mas ela era forte. Acreditem,ela conseguia calar o choro
dando um simples bafo no tabaco que nao a deixava.
Tudo começou a se reestruturar quando as cabeças começaram a se reencontrar.
Foram 2 ter de encontro com 3,e logo em seguida mais 2 com as 5.
Uma sorte do destino,uniu as cabeças da avó novamente.
A avó conseguia estar com elas e faze-las sorrirem,depois voltava
para a sua casa de origem.
Até que um dia o destino voltou e foi ter de encontro com as 7 cabeças.
E,foi entao, que os 7,primos,que tinham 7 cabeças e que estavam juntos
os 7 dias da semana,souberam que uma cabeça teria que se separar.
Prantearam,se desesperaram,se abraçaram...
Desta vez,o destino foi longe. Ja nao era a avó a perder os 7 netos que tinham,
mas as 7 cabeças é que perdiam a única que lhes compreendiam.
Foi assim,a principal,levada.

6 comentários:

luadorneles disse...

ohh..
Podemos ter certeza que a avó cuida de cada uma das 7 cabeças, e por isso nada de mau acontecerá :D

Rita Dorneles disse...

Também tenho sentido muitas saudades dela...
Amei, ficou lindo e muito muito criativo...
Escreva um livro Nathalia, você leva o maior jeitão!
Beijocas

Margarida disse...

gostei muito Nathalia :)

paulokiki1 disse...

Muito legal, vc escreve bem, parabéns!!!

paulokiki1 disse...

Muito legal, vc escreve bem, parabéns!!!

Rita Dorneles disse...

e chorar depois de tanto tempo lendo pela enézima vez, vale????